5º dia – Salar de Tara

“Enquanto que o desenhista começa pelo centro da folha, o fotógrafo, principia pela moldura.” –J. Szarkowski

Último dia em San Pedro de Atacama destino? Salar de Tara, passeio de um dia inteiro. Mais uma vez a agência foi me buscar na porta do hostel no inicio da manhã, fomos em um grupo bem pequeno 4 pessoas além do motorista. Este foi o passeio mais longo desta parte da viagem, pois são praticamente duas horas de estrada para chegar lá e duas horas para voltar. E na estrada passaríamos pelo ponto mais alto de toda a viagem: 4.800m acima do nível do mar.

Saímos de San Pedro de Atacama um pouco antes das 7hs da manhã e pegamos a estrada rumo ao Salar a estrada sempre nos presenteava com uma paisagem novo e belíssima, paramos em um mirante para tomar café da manhã quase a sombra do Licancabur. Nessa parada o sol já estava nos aquecendo e deixando a paisagem ainda mais linda. Passamos por diversos lagos formados pelo derretimento da neve nas montanhas da região, e vimos muitos flamingos pelo caminho.
Continuar lendo

4º dia – Laguna Cejas + Tebenquinche + Ojos del Salar

“Fotografar é imortalizar um momento único, ao qual não se poderá mais voltar, senão através daquele registro. Nada mais que um simples clique, um momento, um único e eterno registro.” –Autor Desconhecido

Quem me conhece sabe que eu não sou o tipo de pessoa que gosta de ficar ‘moscando’ em lagos, mas me falaram tão bem da vista do lugar que resolvi pagar para ver. Afinal depois de 3 dias e meios bem puxados eu precisava de um passeio mais tranquilo.

A primeira parada deste tour é na Laguna Cejas, ela fica há cerca de 30 km de San Pedro de Atacama e devido a alta taxa de salinidade da água ela ganhou o apelido de “Mar Morto sul-americano”. Sendo assim, quem se habilita a mergulhar em suas águas não afunda. Suas margens estão cristalizadas pelo sal e a água é verdinha, a laguna é cercada por matinhos dourados e podemos ver ao fundo o vulcão Licancabur, figura constante nos tours da região.
Continuar lendo